Blockchain: transações imobiliárias virtuais?

A afinidade entre o setor imobiliário e a Blockchain parece particularmente forte. Em última análise, isso poderia colocar em questão o papel de terceiros de confiança tradicionais (notários, agentes imobiliários, fiduciários, bancos). Mas a tecnologia tem, por enquanto, algumas limitações. Particularmente em termos de capacidades de troca.

Além disso, podemos confiar totalmente nesta tecnologia? Atos maliciosos são sempre possíveis: vários ataques já permitiram que os cibercriminosos roubassem vários milhões de dólares, em Ether ou Token, durante ICOs no blockchain Ethereum … que anuncia que eles já resolveram essas falhas de segurança …

Finalmente, o setor imobiliário é, em particular na França, muito regulamentado. Um arcabouço legal ainda precisa ser definido, como para qualquer tecnologia emergente, antes de imaginar usos em larga escala.. Na França, uma missão de informação sobre os usos do blockchain foi lançada pela Assembleia Nacional em fevereiro passado e deve durar de 6 a 7 meses. Entre seus objetivos, o desenvolvimento de normas jurídicas, contábeis e fiscais que regulem a troca de cripto-ativos.

Entretanto, as profissões susceptíveis de serem impactadas pelo desenvolvimento desta tecnologia têm todo o interesse em abordar o assunto. Isso é o que a Câmara dos Notários de Paris está fazendo, por exemplo, que acaba de criar um blockchain privado a fim de compilar e compartilhar informações verificadas e à prova de falsificação de edifícios parisienses. “Atualmente é um teste. O objetivo é deixar de ser obrigado a verificar todos os dados de cada transação e, assim, acelerar a conclusão das transações.. Se este piloto for satisfatório, iremos gradualmente abrir o blockchain ao público ”comenta Stéphane Adler, tabelião e vice-presidente da Chambre des notaires de Paris

source: https://www.pwc.fr/fr/decryptages/data/comment-la-blockchain-va-revolutionner-l-immobilier.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *